Para divulgar esta vilinha no mapa... XD

.posts recentes

. Poema de Pereira

. Praia de quem??

. Lixeira a ceu aberto

. Ambulancias de Pereira

. Falta de placas...

. Fotos

. Animar isto...

. Bem vindos ao blog de Per...

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Poema de Pereira

Vila minha gentil, que te partiste
Tão cedo deste desenvolvimento
Que rico entretenimento
Desta gestão mui triste
Se lá no passado do sistema,
Numa memória muita distante
Que resta daqui para diante ?
Mas vale sempre a pena !
Quando vires alguém merecer-te
Não rejeites, olha em frente
Há muita gente que te mente
Não tem nada para oferecer-te
Roga a Deus, que te queira
Ou vamos todos para a lama
Quase ninguém te ama
É tudo uma brincadeira
publicado por PRMF às 23:10
link do post | comentar | favorito

Praia de quem??

Foi enviado para o mail deste Blog, a visão de curto prazo da Praia Fluvial, nomeadamente do leito do Mondego. A única dúvida nessa visão, que desde já agradeço o envio, é qual a designação a adoptar, se:
Praia Fluvial de Pereira
Praia Fluvial de Santo Varão
Praia Fluvial de Pereira/Santo Varão
Praia Fluvial do concelho de Montemor-o-Velho.

 

publicado por PRMF às 23:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Lixeira a ceu aberto

Apesar do alerta aqui deixado e da colocação de placas de proibição, continua a crescer, dia após dia, o monte do lixo, resultado dos resíduos das obras.

 

Não acham que existe uma falta de dignidade naquele local?

Que imagem, tão pouco digna, têm os moradores vivem nos apartamentos com vista para aquele local?

E localização? A pouco mais de 300 meros metros da Escola!

E para quem por ali passa: que imagem fica da nossa terra?

Para quando a resolução deste problema?

Quem o resolve?

Ou melhor: quem tem a coragem de o resolver?

Fica a questão...

publicado por PRMF às 23:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Ambulancias de Pereira

Na década de 80, um grupo de valorosos pereirenses teve um sonho: comprar uma ambulância.

Foi essa década, sem sombra de dúvida, a era dourada de Pereira.

Contudo, esse projecto não teve pernas para andar e, tempos depois, o dinheiro do peditório foi devolvido.

Porquê? Nunca me foi explicado.

Nessa altura vivia-se a plenitude socialista, a soldo de meia dúzia de ‘iluminados’.

Passados vinte anos, Pereira não têm uma, mas um número substancial de ambulâncias e não só.

Hoje o Núcleo de Pereira da Cruz Vermelha é um exemplo de sucesso!

O único, diga-se de passagem.

publicado por PRMF às 23:08
link do post | comentar | favorito

Falta de placas...

A imagem acima pretende ser um exemplo, de uma das placas informativas que faz muita falta, entre outras, na Vila de Pereira.

O exemplo acima adequava-se a ser colocada junto da entrada da urbanização, quando se vem de Coimbra.

A ideia está dada, é preciso pô-la em prática !

publicado por PRMF às 23:07
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Janeiro de 2008

Fotos

Aqui ficam algumas fotos:




publicado por PRMF às 11:48
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Animar isto...

Divirtam-se.... XD
Você é o visitante:
forossexobmwanunciosputas
publicado por PRMF às 17:43
link do post | comentar | favorito

Bem vindos ao blog de Pereira

Bem vindos ao blog oficial de Pereira...
Vamos todos deixar aqui comentários, o que quiserem acerca de Pereira...

Deixarei aqui eventos, lugares a visitar, etc em Pereira... Tudo em bom Português... :)

Para quem não conhece Pereira, a freguesia situa-se na margem esquerda do rio Mondego, tem uma área de 12,4 Km2 de terras planas, sendo parte ocupada pelos terrenos do campo e parte pelos terrenos do monte. É atravessada por estradas e tem estação da linha de caminho-de-ferro do Norte. Dista 12 Km da sede de concelho.


Povoações
Alpõe, Cabecinhos, Casais Velhos, Casal da Légua, Casal das Dadas, Casal do Mioto, Montes de Baixo, Montes de Cima, Morraceira, Pereira, Senhora do Pranto, Tojal, Torre, Vale de Água.


Evolução Histórica
A origem da povoação de Pereira parece estar ligada às vicissitudes do processo de Reconquista do território aos mouros. Conta a lenda que "… quando os mouros foram expulsos das fortalezas de Coimbra e Montemor-o-Velho, alguns se entrincheiraram num dos pontos altos da margem sul do Mondego, chefiados por Almindo (ou Alminde), muçulmano terrível que deixou fama de carrasco pelas atrocidades e devastações que fazia na região. Os cristãos viviam, nessa altura, em terror permanente perante as barbaridades do desumano Almindo. E, não podendo suportar tal estado de sítio, por muito mais tempo, organizaram contra ele, graças ao entendimento dos alcaides de Coimbra e Montemor-o-Velho, uma corajosa investida que resultou na morte do chefe e na fuga dos companheiros. Libertos do opressor e senhores do local, instalaram uma atalaia de defesa, que protegeram de audazes homens de armas, sob o comando do capitão Pereiro. A lenda adianta que o capitão Pereiro acompanhou Afonso Henriques na luta contra os mouros e que em reconhecimento dos seus feitos o rei lhe deu o senhorio da atalaia, com as suas terras cultivadas e por cultivar, tomando a povoação o nome de Pereira."
Em 1158 o lugar já era habitado, uma vez que num documento datado desse ano Paio Guterres refere-se à terra no processo sobre a questão havida entre a Sé e o Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra.


Teve foral dado pelo rei D. Dinis em 1282, o que atesta a importância da povoação; as suas excelentes condições fizeram com que fosse local de paragem e estadia dos infantes D. Pedro e D. Henrique, bem como do rei D. Fernando, em 1372.
Em 1476, o rei D. Afonso V doou o senhorio de Pereira (e outras terras) a D. Álvaro, filho de D. Fernando Duque de Bragança, mas em 1496 a vila passou de novo à posse da Coroa devido à confiscação dos bens do Duque por este ter conspirado contra o rei.
O rei D. João II deixou Pereira e o seu reguengo em testamento ao filho D. Jorge, criando a Casa de Aveiro; assim ficou até 1759, altura em que esta Casa foi extinta devido à conspiração levada a cabo contra o rei D. José I.
Em 1513, Pereira recebeu foral novo dado pelo rei D. Manuel I. No final do século XVI a povoação e região assistem a um surto de desenvolvimento devido à introdução da cultura do milho, que tornou o vale do Mondego no celeiro de todo o litoral centro. Os séculos XVII e XVIII continuam a marcar épocas de apogeu como pode ser atestado pelo surto de construções civis e religiosas. O Colégio das Ursulinas, fundado em 1748 por D. Catarina Barreto e suas filhas D. Luisa e D. Maria, é o responsável por uma tradição na doçaria que ainda hoje se mantém: as queijadas, as barrigas de freira e os papos de anjo.
Em 1831 havia apenas uma freguesia no concelho de Pereira, que contava 457 fogos e 1350 habitantes; o concelho foi extinto em 1836, tendo-se iniciado um período de estagnação e decadência. Em 1842 pertencia ao concelho de Santo Varão, até que este foi extinto em 1853, altura em que passou para o concelho de Montemor-o-Velho.
Pelo Decreto-Lei 79/91 de 16 de Agosto, foi Pereira elevada à categoria de vila, a que se poderá juntar o epíteto de "vila-museu" tal é a variedade e importância do seu património histórico, cultural e paisagístico.


Património Cultural e Edificado
É muito rico o património da freguesia. Nos monumentos salienta-se a Igreja Matriz de Santo Estevão, o Celeiro dos Duques de Aveiro, a Igreja da Misericórdia (uma das primeiras do País), o antigo Hospital, a capela de S. Francisco, Capela de S. Tiago, Capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso, Capela de Nossa Senhora do Pranto, casas senhoriais e cruzeiros. No património cultural, para além das numerosas festas é de referir o papel desempenhado pelas várias colectividades na preservação dos valores culturais. O Celeiro dos Duques de Aveiro alberga um Museu Etnográfico, com uma colecção de arte e etnografia, de que é responsável o grupo folclórico.

Património Natural
No extremo E da freguesia situa-se a Reserva Natural do Paul de Arzila. Esta é uma zona baixa e húmida com uma área de 535 ha distribuídos por um Núcleo Central com 165 ha e uma Zona de Protecção de 370 ha. É atravessado por três valas: a Vala da Costa, a Oeste, a Vala dos Moinhos, a Leste, e a Vala do Meio.

 



 

Espero que tenham ficado a conhecer melhor Pereira...

Visitem-nos...


Fiquem bem...

Lembrem-se que o blog ainda está em construção, pelo que peço a todos para me ajudarem a construi-lo...
Enviem tudo o que quiserem por no blog para o meu e-mail: prmf06@hotmail.com
Estou a prescisar de fotos... XD

Fico a espera... ;)

Você é o visitante:
forossexobmwanunciosputas
publicado por PRMF às 17:00
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.Conheçam-me

.pesquisar

 

.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
blogs SAPO

.subscrever feeds